© 2019  Todos os direitos Reservados. Desenvolvido por Estúdio Nave

PRODUTOS ESPACIAL

ESTAÇÕES PARA SATÉLITES METEOROLÓGICOS

Estações Terrenas para Satélites polares - SEASPACE

São estações terrenas completas para a aquisição e processamento de imagens da maioria dos satélites de órbita polar baixa (LEO), com aplicações em Meteorologia, Oceanografia, Estudos Ambientais e Gerenciamento de Desastres. Operam em banda “X”, banda “L” e Banda “S”. Suas antenas parabólicas podem ser dimensionadas com diâmetros de 1,5m e 2,4m. Algumas das famílias de satélites rastreados por estas estações são: NOAA, MetOp, DMSP, Aqua, Terra, NPP e JPSS.

A estação de 1,5m utiliza um refletor de 1,5m de diâmetro montado num pedestal

de 3 eixos instalado no interior de um radome de 1,8m de diâmetro. O tamanho do radome foi cuidadosamente casado ao tamanho da antena para minimizar peso e momento torsor, reduzindo os custos de preparação de “site”para instalação.

O radome de baixa perda permite a operação em ambientes de condições ambientais extremas, sem sacrifício do desempenho de RF.

A estação de 2,4m utiliza um refletor de 2,4m e também é fornecida com radome. E, tal como no caso anterior, inclui todo o hardware e software necessários para a recepção automatizada, o processamento e a visualização dos produtos resultantes.

Estações Terrenas para Satélites Geossíncronos - SEASPACE

São estações terrenas completas para a aquisição e processamento da maioria dos satélites em órbita geoestacionária (GEO), com aplicações de monitoração meteorológica e ambiental contínuas em qualquer parte do globo São fornecidas operando em banda “L” com largura de faixa

adequada à nova geração de satélites da série GOES R.

A velocidade de dados para o GOES R é cerca de 15,5 Mbps que requer antenas com um G/T mínimo de 15,2 dB/K e alimentadores com polarização circular dupla. Dependendo de onde se localize a

estação, sua antena parabólica deve ser dimensionada com diâmetros de 2,4m, 3,7m e 4,5m.

Estações Embarcadas - SEASPACE

São estações instaladas em embarcações e dedicadas ao suporte às decisões de navegação com base em condições meteorológicas obtidas de imagens locais e hemisféricas recebidas e processadas à bordo.

Suas antenas parabólicas podem ser dimensionadas com diâmetros de 1,5m e 2,4m, fixadas em pedestais com graus de liberdade adequados à compensação de movimentos de um barco e ligado à central de navegação da embarcação. Este sistema permite rastrear o satélite enquanto em movimento, onde quer que a embarcação esteja.

O sistema inclui ainda software especializado que automaticamente recebe e processa dados, gerando produtos oceanográficos com interface gráfica desenvolvida para o usuário marítimo.

Precisa de mais informações?

Estamos aqui para ajudá-lo. Entre em contato por telefone, email ou redes sociais.